Arquivos síntese - Vestibular1

Bioquímica Celular Substâncias Inorgânicas

Revisão de Biologia: Bioquímica Celular Substâncias Inorgânicas. Para iniciar o estudo das células (citologia) devemos primeiramente ter uma noção das estruturas básicas da célula ou as estruturas químicas que a célula possui.

Quero ver

Resumos dos principais Livros

Resumos dos principais Livros, Aqui você encontra os Resumos dos principais Livros. São Resumo de Livros de Leitura Obrigatória, como os Livros exigidos na USP e Unicamp, Livros exigidos nos vestibulares e alguns recomendados para leitura do Enem.

Quero ver

Édipo Rei de Sófocles

Édipo Rei de Sófocles. A estória começa quando Édipo, príncipe de Corinto, é insultado por um bêbado, que o acusa de ser filho ilegítimo do Rei Políbios. Embora Políbios procure tranquilizar Édipo, o príncipe, perturbado, recorre ao Oráculo de Píton, mais tarde conhecido como Delfos.

Quero ver

Eu e outras poesias De Augusto dos Anjos

Eu e outras poesias De Augusto dos Anjos. O livro permitiu, também, que os poemas de Augusto dos Anjos convivessem com textos críticos que lhe parasitaram, às vezes amorosamente, as edições: prefácios, posfácios, notas.

Quero ver

Poemas Completos de Alberto Caeiro

Poemas Completos de Alberto Caeiro. Alberto Caeiro é a figura fulcral da grande renovação poética que Fernando Pessoa idealizou para a literatura portuguesa e de que a Revista «Orpheu» terá sido, em 1915, momento inicial.

Quero ver

A Bicicleta Azul de Régine Deforges

A Bicicleta Azul de Régine Deforges. No início de outubro de 1939, Pierre e Isabelle Delmas viviam felizes em suas terras das vinhas de Bordeaux, em Montillac, rodeados pelas três filhas, Françoise, Léa e Laure, e por Ruth, a fiel governanta.

Quero ver

A Doença de Antunes de Lima Barreto

A Doença de Antunes de Lima Barreto. O seu consultório vivia tão cheio que nem a avenida em dia de carnaval, e havia quem dissesse que muitos rapazes preferiam-no, para as proezas de que os cinematógrafos são o teatro habitual.

Quero ver

A hora da estrela de Clarice Lispector II

A hora da estrela de Clarice Lispector II. Eis aqui mais outro fato inusitado. Macabéa, instrumento que nos mostrará a explosão de viver, é a personagem mais vazia de tudo que se possa imaginar, inclusive de vida.

Quero ver

A Mortalha de Alzira de Aluísio de Azevedo

A Mortalha de Alzira de Aluísio de Azevedo. A literatura da era “materialista” no Brasil desdenhará o sentimento, e com ele o sentimentalismo romântico, indo buscar a “verdade” dos fatos precisamente observados e recolhidos documentalmente.

Quero ver

Alguma poesia de Carlos Drummond de Andrade

Alguma poesia de Carlos Drummond de Andrade. Alguma Poesia é volume escrito sob o ímpeto da modernidade de 1922, pratica o poema-piada, utiliza os coloquialismos apregoados pela estética, cultiva a poesia do cotidiano, repudiando as tendências parnasiano-simbolistas que dominaram a poesia até então.

Quero ver