Simulado por matéria de Português 3

Simulado por matéria de Português 3 com gabarito e 10 questões

Simulados por Matéria Desafie seus conhecimentos

Simulado por matéria de Português 3 com gabarito. Prepare-se bem para as provas de Vestibular e exame do Enem com o Vestibular1

Instruções para realização do teste (Simulado por matéria de Português 3)
Este Simulado por matéria de Português 3 com gabarito contém 10 questões de das provas de vestibular e exames do Enem, cada questão contém entre 2 e 5 alternativas. Para cada questão existe apenas uma alternativa correta e não existe nenhuma questão em branco.
O número de respostas certas e o gabarito do Simulado por matéria de Português 3 com gabarito, estão no final. Procure fazer no tempo máximo de 20 minutos o Simulado por matéria de Português 3 com gabarito. Se preferir pode fazer este teste com seu navegador em off-line.

Boa Sorte !
Vamos ao Simulado com gabarito:

Leia atentamente o texto abaixo para as questões em que será solicitado.

“Navegar é preciso , viver não é preciso”. Esta frase de antigos navegadores portugueses, retomada por Fernando Pessoa, por Caetano Veloso sabe-se lá por quantos mais citadores ou reinventores, ganha sua última versão no âmbito da informática, em que o termo navegar adquire outro e preciso sentido.
Na nova acepção, em tempos de internet, o lema parece mais afirmativo do que nunca. Os olhos que hoje vagueiam pela tela iluminada do monitor já não precisam nem de velas,nem de versos, nem de fados: a vida só querem o cantinho de um quarto, de onde fazem o mundo flutuar em mares de virtualidade nunca dantes navegados.

1. “Galileu duvidou tanto de Aristóteles quanto das Escrituras.”
A mesma noção expressa pelo par sublinhado está também em:

 

 

 

 

 

2. Por força das teses deterministas que abraça em sua ficção, Aluísio Azevedo:

 

 

 

 

 

3. I. A manobra psicológica do narrador-protagonista mostra que as lembranças obsessivas perdem a força, quando o seu culto as eleva a uma respeitosa distância.
II. A paisagem paulistana é percorrida pelo olhar ingênuo de quem busca reconhecimento e esbarra no oficialismo autoritário.
As afirmações I e II referem-se, respectivamente, aos seguintes contos de Mário de Andrade (Contos Novos):

 

 

 

 

 

4. Indique a alternativa em que a aproximação estabelecida está correta.

 

 

 

 

 

5. Quando eu estava na escola médica de Boston , tive a sorte de fazer parte de um pequeno grupo de estudantes que se reuniu informalmente com um célebre cardiologista , homem na casa dos oitenta anos. Num dado momento, um dos estudantes comentou com certa apreensão que as doenças cardíacas eram a causa número um de morte no Estados Unidos. O velho professor pensou sobre isso por alguns instantes e depois replicou: “O que é que você preferia ter como causa número um de morte?”
[David Ehrenfeld,A Arrogância do Humanismo]
A réplica do sutil professor ao estudante sugere que:

 

 

 

 

 

6. As formas verbais do futuro do subjuntivo e do futuro do indicativo na frase:
“Quando realizarmos o nosso acorde, então seremos usados na harmonia da civilização.” expressam, respectivamente, uma probabilidade e uma certeza.
Assinale a alternativa em que ocorre a mesma correlação de formas verbais:

 

 

 

 

 

7. Assinale a única alternativa em que os elementos em destaque podem ser substituídos pelo pronome lhe:

 

 

 

 

8. Conforme se pode deduzir do texto acima, está correto o que se afirma:

 

 

 

 

 

9. Rememorando o papel de sua geração , dizia o artista: “Nós não estávamos, apenas, na exposição; nós éramos a exposição.”
Alterando-se a ordem das palavras , frase do artista NÃO tem seu sentido alterado em:

 

 

 

 

 

10. Com essa história enjoada de traiu, de Capitu ser anjo ou demônio, o leitor de Dom Casmurro acaba se esquecendo do fundamental: as memórias são do velho narrador, não da mulher, e o autor é Machado de Assis, e não um escritor romântico dividido entre mistérios.
Aceitas as observações acima, o leitor de Dom Casmurro deverá:

 

 

 

 

 

11. Indique a alternativa que se refere corretamente ao protagonista de Memórias de um Sargento de Milícias, de Manuel Antônio de Almeida.

 

 

 

 

 

12. Indique a afirmação correta sobre o Auto da barca do inferno, de Gil Vicente:

 

 

 

 

 

13. Os atuais simuladores de voo militares estão em condições não apenas de exibir uma imagem “realista” da paisagem sobrevoada , mas também de confrontá-la com a ………………………….obtida dos radares.
O termo que preenche adequadamente a lacuna no texto:

 

 

 

 

 

14. Pode ser substituída por dissensão, sem que se altere o sentido da frase apresenta, apenas a palavra sublinhada em:

 

 

 

 

 

15. Naquele exato momento, sentiu o peso da responsabilidade. Sabia que o pai o chamara para aquela conversa com a intenção de saber dele o que pretendia fazer da vida, passados os primeiros dias de euforia pela conclusão do curso. Feita a pergunta, de modo claro e objetivo, só conseguiu responder que começaria o mais breve possível a ladainha das entrevistas que tinha marcado nas clínicas que visitara há meses.
Os verbos que indicam corretamente a sucessão cronológica dos fatos narrados são, nessa ordem:

 

 

 

 

 

16. Identifique a alternativa em que o termo em destaque completa o sentido do verbo:

 

 

 

 

 

17. “Quando o velho acabou de escrever a sua narrativa exclamei: – Tenho a impressão de que o senhor deixou as pernas embaixo de um automóvel, Seu Ribeiro. Por que não andou mais depressa? É o diabo.”
A correta contextualização da passagem acima no romance São Bernardo, de Graciliano Ramos, permite afirmar que:

 

 

 

 

 

18. “A casa que papai alugara não ficava na praia exatamente, mas numa das ruas que a ela davam e onde uns operários trabalhavam diariamente no alinhamento de um dos canais que carreavam o enxurro da cidade para o mar do golfo.” [ Mário de Andrade]
No período acima, o segmento “que a ela davam e onde” pode ser substituído, sem prejuízo para o sentido original do período por:

 

 

 

 

 

19. Indique a afirmação correta em relação ao texto acima:

 

 

 

 

 

20. Assinale a alternativa em que a correlação de tempos e modos verbais NÃO é adequada ao contexto:

 

 

 

 

 

Share On Facebook
Share On Twitter
Share On Google Plus
Share On Linkedin
Contact us

Question 1 of 20

A prova do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) é construída de forma a privilegiar a leitura, interpretação e o raciocínio do candidato. Saber ler e escrever é fundamental! Na seção Redação Nota 10 sua reta final de preparação para o Exame é simplificada e eficaz!

Conheça os recursos e novidades de nossos guia, de administração do tempo, de como escolher a profissão, como escolher onde estudar e mais informações gerais importantes em Carreiras. Ou descubra os Tipos de Vestibulandos existentes! Saiba com qual vai se identificar!

Simulado por matéria de Português 3

Vestibular1

O melhor site para o Enem e de Vestibular é o Vestibular1. Revisão de matérias de qualidade e dicas de estudos especiais para você aproveitar o melhor da vida estudantil. Todo apoio que você precisa em um só lugar!