Simulados específicos

Questões de Vestibular



 

 

História
Descobrimento do Brasil

Simulado com gabarito

Este simulado contém questões específicas de matérias que mais caem nos vestibulares. Cada questão é de um vestibular diferente que selecionamos os assuntos mais exigidos. Assinale a resposta para conferir o gabarito no final.   Boa Sorte !
 

 Questões

 

Brasil do descobrimento


01.(UFSM-RS) Sobre a organização econômica, social e política das comunidades indígenas brasileiras, no período inicial da conquista do território pelos portugueses, é correto afirmar:
I. Os nativos viviam em um regime de comunidade primitiva, em que a terra era de propriedade privada dos casais e os instrumentos de trabalho eram de propriedade coletiva.
II. A divisão das tarefas era por sexo e por idade; as mulheres cozinhavam, cuidavam das crianças, plantavam e colhiam; os homens participavam de atividades guerreiras, da caça, da pesca e da derrubada da floresta para fazer a lavoura.
III. A sociedade era organizada em classes sociais, sendo o excedente da produção controlado pelos chefes das aldeias, responsáveis pela distribuição dos bens entre os indígenas.
IV. Os indígenas brasileiros não praticavam o comércio, pois tudo o que produziam destinava-se à subsistência, realizando apenas trocas rituais e presentes.
Está(ão) correta(s):
a) apenas I e II.
b) apenas I e III.
c) apenas III.
d) apenas IV.
e) apenas II e IV.


02. (FGV-SP) Caracterize o modo de vida dos povos indígenas, antes do contato com os europeus.


03.(Vunesp-SP) Os primeiros habitantes do Brasil foram vítimas do processo colonizador. O europeu, com visão de mundo calcada em preconceitos, menosprezou o indígena e sua cultura. Se acreditarmos nos depoimentos deixados pelos viajantes e missionários, a partir de meados do século XVI, houve um decréscimo da população indígena, que se agravou nos séculos seguintes. Os fatores que mais contribuíram para o citado decréscimo foram:
a) a captura e a venda do índio para o trabalho nas minas de prata do Potosi.
b) as guerras permanentes entre as tribos indígenas e entre os índios brancos.
c) o canibalismo, o sentido mítico das práticas rituais, o espírito sanguinário, cruel e vingativo dos naturais.
d) as missões jesuíticas do vale amazônico e a exploração do trabalho indígena na extração da borracha.
e) as epidemias introduzidas pelo invasor europeu e a escravidão dos índios.


04. (FGV-SP) Com relação aos indígenas brasileiros, pode-se afirmar que:
a) os primitivos habitantes do Brasil viviam na etapa paleolítica do desenvolvimento humano;
b) os índios brasileiros não aceitaram trabalhar para os colonizadores portugueses na agricultura não por preguiça, e sim porque não conheciam a agricultura;
c) os índios brasileiros falavam todos a chamada "língua geral" tupi-guarani;
d) os tupis do litoral não precisavam conhecer a agricultura porque tinha a pesca abundante e muitos frutos do mar de conchas, que formaram os "sambaquis";
e) os índios brasileiros, como um todo, não tinham homogeneidade nas suas variadas culturas e nações.


05. (Mackenzie-SP) "Enquanto os portugueses escutavam a missa com muito "prazer e devoção", a praia encheu-se de nativos. Eles sentavam-se lá surpresos com a complexidade do ritual que observavam ao longe. Quando D. Henrique acabou a pregação, os indígenas se ergueram e começaram a soprar as conchas e buzinas, saltando e dançando (...)"

Náufragos Degregados e Trafiantes
Eduardo Bueno

Este contato amistoso entre brancos e índios foi preservado:
a) pela Igreja, que sempre respeitou a cultura indígena no decurso da catequese.
b) até o início da colonização quando o índio, vitimado por doenças, escravidão e extermínio, passou a ser descrito como sendo selvagem, indolente e canibal.
c) pelos colonos que escravizaram somente o africano na atividade produtiva de exportação.
d) em todos os períodos da História Colonial Brasileira, passando a figura do índio para o imaginário social como "o bom selvagem e forte colaborador da colonização".
e) sobretudo pelo governo colonial, que tomou várias medidas para impedir o genocídio e a escravidão.


06. (UFSCar-SP) O primeiro documento escrito sobre o "achamento do Brasil" pelos navegantes portugueses assim se refere, numa passagem, aos costumes da população nativa:
"Eles não lavram, nem criam, nem há aqui boi, nem vaca, nem cabra, nem ovelha, nem galinha, nem outra nenhuma alimária, que costumada seja ao viver dos homens; nem comem senão desse inhame que aqui há muito e dessa semente e fruitos que a terra e as árvores de si lançaram. E com isto andam tais e tão rijos e tão nédios, que o não somos nós tanto com quanto trigo e legumes comemos."

 

(Carta a El-Rei Dom Manoel sobre o achamento do Brasil.
Lisboa: Imprensa nacional/casa da moeda, 1974, p.73 - 75.)

a) Qual é o nome do autor deste documento?
b) O pequeno trecho apresentado demonstra que o contato entre os europeus e os habitantes da América não deveria limitar-se a uma relação estritamente econômica. A partir de que critérios o autor enxergou e analisou os homens da terra e a que conclusão chegou sobre sua própria sociedade, a européia, ao observar esta nova gente?


07. (UFRRJ-RJ)
          Erro de português
          Quando o português chegou
          Debaixo duma baita chuva
          Vestiu o índio
          Que pena!
          Fosse uma manhã de sol
          O índio teria despido
          O português

Andrade, O. In: Faraco & Moura. Língua e Literatura. v.3
São Paulo: Ática, 1995. p. 146-147.

Os autores mostram que o poema de Oswald de Andrade traz como hipóteses a inversão de um fato histórico e sintetiza o seguinte trecho da Carta de Pero Vaz de Caminha:"Na noite seguinte, ventou tanto sueste, com chuvaceiros, que fez caçar as naus, e especialmente a capitânia" (registro do dia 23 de abril, relativamente ao contato entre ameríndios e portugueses na época).
a) Cite duas das principais conseqüências para os índios do seu contato com os portugueses no século XVI.
b) Explique o fato de o governo português não ter iniciado imediatamente o processo de colonização das terras encontradas a oeste do oceano Atlântico pela esquadra comandada por Cabral.


08. (UFMS) O texto, a seguir, apresenta uma crítica sobre a presença dos indígenas na historiografia brasileira.
          "A historiografia brasileira caracterizou-se por longo tempo, e ainda hoje o faz em larga escala, pelo silêncio sobre os primeiros ocupantes das terras brasileiras. Excetuando-se alguns aspectos folclóricos, os indígenas são apresentados como ineptos ao trabalho, porque não aceitaram a escravidão (!), boçais e extremamente primitivos.

Silva, Francisco Carlos Teixeira da. Conquista e colonização da América Portuguesa (O Brasil Colônia - 1500/1750). In Linhares, Maria Yedda. História Geral do Brasil. Rio de Janeiro, Campus, 1990, pp. 15-68, p. 37.

A crítica apresentada confirma a(s) seguinte(s) idéia(s):
(001) como qualquer população não envolvida em circuitos mercantis, de início os índios não entenderam a necessidade do trabalho árduo para além das necessidades de sua economia de subsistência.
(002) todos os historiadores do país têm tratado da história dos primeiros ocupantes das terras brasileiras em seus estudos históricos e historiográficos.
(004) como os povos indígenas não possuem história, por não dominarem modernos sistemas de escrita, não há como tratá-los em estudos sobre a História do Brasil, pois os historiadores trabalham apenas com fontes textuais.
(008) a resistência indígena diante da conquista e da colonização portuguesa tem sido encoberta por muitos historiadores que não percebem os índios como agentes sociais.
(016) As idéias evolucionistas, fundamentadas no pressuposto de que o progresso tecnológico é o principal requisito para se avaliar uma sociedade, têm influenciado o trabalho de muitos historiadores engajados em escrever a história oficial de nosso país.


09. (UFAM) Com base na leitura do texto abaixo e em seus conhecimentos, analise as proposições seguintes e assinale a alternativa correta.
          Impuseram aos índios deixar sua taba
          (Morada Geral)
          Isolado o nativo perdia o sentido
          E o estilo de vida tribal.

Tempos de Cabanagem, Tadeu Garcia e Paulinho Du Sagrado

I. O texto critica a liberdade existente nas aldeias e defende o isolamento do índio como forma de manutenção de sua cultura.
II. O texto expressa a deculturação do índio como conseqüência de sua integração forçada.
III. Um dos destinos dos índios que eram obrigados a deixar suas aldeias de origem era a missão, considerada o maior centro de destribalização indígena.
IV. O texto não reflete a realidade colonial, uma vez que, desde o Sistema de Capitães de Aldeia até o Diretório Pombalino, as leis provenientes de Portugal proibiam a retirada dos índios de suas aldeias de origem.
a) Apenas as proposições I e III estão corretas.
b) Apenas as proposições II e III estão corretas.
c) Apenas as proposições II e IV estão corretas.
d) Apenas as proposições I, II e IV estão corretas.
e) Todas as proposições estão corretas.


10. (Unifei-MG) A primeira missão jesuítica chegou ao Brasil em março de 1549. Era formada por cinco padres e um superior, Manuel da Nóbrega. Em 10 de agosto do mesmo ano, o padre Manuel da Nóbrega escreveu ao seu antigo mestre da Universidade de Coimbra: que "...aqui poucas letras bastam, por que tudo é papel branco, e não há que fazer outra coisa, senão escrever à vontade as virtudes mais necessárias e ter zelo em que estas criaturas conheçam o seu Criador, a Jesus Cristo seu Redentor..." . O que Nóbrega queria dizer era:
a) Os índios eram tão simples e inocentes (papel em branco) que bastava um mínimo de instrução para "marcar" neles o conhecimento de Deus e de Jesus Cristo.
b) Os índios eram tão ignorantes - diante da cultura letrada dos jesuítas - que deviam ser respeitados como "papel branco" e não "manchados" por qualquer tipo de ensino.
c) Os jesuítas deviam deixar de lado a cultura erudita (letrada), preocupando-se apenas em converter os "gentios".
d) Nóbrega estava pedindo ao seu mestre, em Coimbra, que enviasse ao Brasil apenas padres ignorantes para ensinar a religião aos índios (catequese).


11. (Sepebll) Considere o poema de Oswald de Andrade:
           Quando o português chegou
          Debaixo duma baita chuva
          Vestiu o índio
          Que pena!
          Fosse uma manhã de sol
          O índio teria despido
          O português.

Pensando no contato dos portugueses com os indígenas brasileiros, no início do processo de colonização e relacionando-o ao poema, escolha a alternativa que melhor responde à questão: - Qual foi a primeira "roupa" que os portugueses vestiram nos índios brasileiros?
a) A tolerância e o reconhecimento das características peculiares das sociedades indígenas.
b) A religião com a preocupação da salvação dos índios dentro de propostas missionárias dos portugueses.
c) O trabalho servil nos latifúndios coloniais.
d) A aceitação do modelo de guerra europeu por meio da realização de acordos políticos.
e) A falta de resistência à dominação portuguesa.


 

 Gabarito do seu teste


 


Resposta 01: letra e


Resposta 02:
- Os indígenas viviam da caça, da coleta de vegetais e da pesca, praticavam uma agricultura rudimentar (coivara), dividiam o trabalho por sexo e idade e se organizavam em tribos e aldeias sob a liderança de um cacique.


Resposta 03: letra e


Resposta 04: letra e


Resposta 05: letra b


Resposta 06:
a) Pero Vaz de Caminha.

b) O autor pautou-se em critérios econômicos estabelecendo que os nativos viviam da caça e coleta, não sendo portanto conhecedores da economia agropastoril.
O autor concluiu que a alimentação dava aos nativos a condição de mais saudáveis que os europeus, salientando ao rei a possibilidade de se aprender algo com essas pessoas.


Resposta 07:
a) Destribalização, doenças e mortalidade.

b) Inicialmente, essas terras ficavam sob domínio espanhol e, além disso, havia barreiras naturais (serra do mar). Além disso, o desenvolvimento da economia açucareira no litoral desestimulou uma maior penetração para o interior.


Resposta 08: 25 (01 + 08 + 16)


Resposta 09: letra b


Resposta 10: letra c


Resposta 11: letra b


 

 

 Avaliação de resultado

Pegue o número de pontos você acertou no simulado. Divida-o pelo número de questões. Multiplique por 100.  Exemplo:  certas  06/10 = 0,6x100 = 60%

Se você obteve uma média acima de 40%, parabéns, você pode concorrer entre as feras. Mas se foi inferior a 20% procure estudar mais e veja: Revisão das matérias

  


 

 Brasil,
Copyright © Desde 08/2000 Vestibular1. Todos os direitos reservados. All rights reserved.