Revisão de matérias on-line

Resumos "mão na roda" para o vestibular! 


Geografia e História dos Estados
Estado do ACRE

 

 



 

- Estado do Acre

O nome Acre origina-se de Áquiri, forma pela qual os exploradores da região transcreveram a palavra Uwákuru, do dialeto dos índios Ipurinã.

Rio Branco - A capital do Estado do Acre ocupa área de 14.294 km2, às margens do rio Acre, numa altitude de 152,5 metros. Encontra-se a 3.123 km de distância de Brasília, a capital do País.

A população do Estado do Acre é de aproximadamente 450 mil habitantes, distribuída em 22 municípios, com densidade demográfica de 2,73 habitantes por km2. A distribuição da população por sexo é equilibrada, uma vez que as mulheres correspondem a 49,4 % do total e os homens representam 50,6%. A maior parcela da população do Estado encontra-se residindo na área urbana. A cidade mais populosa do Estado é a capital, Rio Branco. A segunda maior cidade em termos de população é Cruzeiro do Sul, seguindo-se Tarauacá.

Localizado no extremo sudoeste da região Norte, ocupando uma área de 153 mil km2, limitado ao norte com o Estado do Amazonas, a leste com o Estado de Rondônia, a sudeste com a Bolívia e ao sul e oeste com o Peru. A maior parte de seu território encontra-se em região de planalto, cortado a oeste pela serra da Contamana, que desce para a planície Amazônica, onde estão as cabeceiras dos rios Juruá e Purus, importantes afluentes do rio Amazonas. Seu clima é quente e úmido, com temperatura média anual de 25º C. O índice pluviométrico chega a alcançar 2.000 a 2.500mm anualmente, o que explica a predominância da floresta equatorial ou Hiléia brasileira em seu território.
A bacia hidrográfica do Estado do Acre pertence à bacia Amazônica e ocupa área de 153 mil km2. Entre seus principais rios encontram-se o Juruá, o Muru,
o Tarauacá,  o Embirá,  o Purus, o Xapuri, o Iaco e o rio Acre.

Formação Histórica - O processo de incorporação do Acre ao Brasil decorreu do desbravamento de populações do Nordeste, que o povoaram e o fizeram produtivo, repetindo a proeza dos bandeirantes de São Paulo, que partiram em expedições para o interior nos séculos XVI e XVII. As secas nordestinas e o apelo econômico da borracha produto que no final do século XIX alcançava preços altos nos mercados internacionais que motivaram a movimentação de massas humanas oriundas do Nordeste, iniciando a abertura dos seringais, para aquela região amazônica. Até então, o Acre era habitado apenas por índios não aculturados, uma vez que a expansão luso-brasileira ocorrida na Amazônia durante o período colonial, não o havia alcançado. A partir dessa época, no entanto, a região tornou-se ativa frente pioneira, que avançou pelas três vias hidrográficas existentes: o rio Acre, o Alto-Purus e o Alto-Juruá.
O território do Acre pertencia à Bolívia até o início do século XX, embora a maioria da sua população fosse formada por brasileiros que exploravam os seringais e não obedeciam à autoridade boliviana, formando, na prática, um território independente e exigindo a sua anexação ao Brasil. Em 1899, na tentativa de assegurar o domínio da área, os bolivianos instituíram a cobrança de impostos e fundaram a cidade de Puerto Alonso, hoje Porto Acre. Os brasileiros revoltaram-se com tal providência, o que resultou na disseminação de vários conflitos, que somente terminaram com a assinatura, em 17 de novembro de 1903, do Tratado de Petrópolis, pelo qual o Brasil adquiriu, em parte por compra e em parte pela troca de pequenas áreas nos Estados do Amazonas e Mato Grosso, o futuro território e depois Estado do Acre.
Problemas de fronteira também existiram com o Peru, que reivindicava a propriedade de todo o Território do Acre e mais uma extensa área no Estado do Amazonas, tendo tentado estabelecer delegações administrativas e militares na região do Alto-Juruá entre os anos de 1898 e 1902, e do Alto-Purus entre 1900 e 1903. Os brasileiros, no entanto, com seus próprios recursos, forçaram os peruanos a abandonar o Alto-Purus em setembro de 1903. Com base nos títulos brasileiros e nos estudos das comissões mistas que pesquisaram as zonas do Alto-Purus e do Alto-Juruá, o Barão do Rio Branco, Ministro das Relações Exteriores na época, propôs ao Governo do Peru o acerto de limites firmado a 8 de setembro de 1909. Com este ato completou-se a integração política do Acre à comunidade brasileira. A partir de 1920, a administração do Acre foi unificada e passou a ser exercida por um Governador, nomeado pelo Presidente da República. Pela Constituição de 1934, o Território passou a ter direito a dois representantes na Câmara dos Deputados. Em 1957, projeto apresentado pelo Deputado José Guiomard dos Santos elevava o Território à categoria de Estado, o que resultou na Lei nº. 4.070, de 15 de junho de 1962, sancionada pelo então Presidente da República, João Goulart. O primeiro governador do Estado do Acre foi o Senhor José Augusto de Araújo, eleito em outubro de 1962, com 7.184 votos.


Economia - A floresta sustenta a economia acreana e faz da indústria extrativa vegetal a atividade fundamental da população. A composição da economia do Estado baseia-se primordialmente na extração da borracha e da castanha, e ainda na atividade pecuária. O Acre é o maior produtor de borracha do País, sendo a seringueira encontrada principalmente nas bacias dos rios Purus, Juruá e Madeira. A coleta de castanha-do-pará é também atividade básica, realizada, em geral, pelo seringueiro, como ocupação subsidiária, na época das chuvas. Sua safra não é regular. A agricultura é geralmente praticada para subsistência, mas algumas lavouras como a mandioca, o arroz, a banana e o milho, são também de importância econômica para o Estado, além de serem essenciais para a subsistência de sua população. Na pecuária destaca-se o rebanho de gado bovino; os suínos; e ovinos. Existe ainda alguma atividade industrial no Estado do Acre, voltada para a produção alimentícia, madeireira, de cerâmica e de mobiliário. O comércio é feito quase todo por via fluvial e os produtos exportados convergem em quase totalidade, para os Estados do Amazonas e Pará.
A cidade originou-se do núcleo de colonização Volta de Empresa, estabelecido em 1882, durante o período de prosperidade da borracha na Amazônia. Vinte anos mais tarde, tornou-se a sede da organização de brasileiros, comandados por Plácido de Castro, que se opunham à dominação boliviana na região. Em seguida à incorporação do Acre ao Brasil, em 1903, o povoado recebeu o status de cidade. Foi nomeada Rio Branco em 1912, em homenagem ao Barão do Rio Branco, que havia negociado o Tratado de Petrópolis, assinado em 17 de novembro de 1903, na fronteira do Brasil com a Bolívia.
No centro da cidade de Rio Branco encontra-se o Museu da Borracha, que contém coleções de interesse histórico e etnográfico para turistas e estudiosos.

Seringueiros - Os seringueiros são considerados "habitantes da floresta", no sentido de que dela extraem as riquezas para a sobrevivência, de forma integrada e não depredatória. A eles interessa, mais do que ninguém, a preservação do meio ambiente, para que a selva sempre venha a lhes fornecer os frutos necessários à sua sobrevivência. À medida que grupos econômicos liderados por grandes fazendeiros da região, passaram a extrair comercialmente e de forma predatória os seringais e outras árvores da floresta do Estado do Acre, conflitos começaram a surgir entre eles e os seringueiros. Os interesses econômicos, no entanto, falaram mais alto em determinado momento,e a resistência dos seringueiros custou a vida de seu líder, o sindicalista e ecologista Chico Mendes, assassinado em dezembro de 1988, na cidade de Xapuri, situada ao sul de Rio Branco, na junção do rio Acre com o rio Xapuri. Essa cidade tornou-se mundialmente conhecida pelos movimentos de proteção ao meio ambiente ali desencadeados, especialmente por Chico Mendes e seu grupo. Na cidade de Xapuri encontra-se hoje a Fundação Chico Mendes e o Museu Chico Mendes, instalado na casa onde vivia o ecologista/seringueiro.

Parque Nacional da Serra do Divisor - Na região cortada pela rodovia BR-364, que segue em direção à fronteira com o Estado do Amazonas, extremo noroeste do País, encontra-se o Parque Nacional da Serra do Divisor, fundado em 1989. O parque possui área de 605.000 hectares, com rica vegetação amazônica, limitando-se ao norte com o Estado do Amazonas e a oeste com a Bolívia.

Indígenas - Existem aproximadamente 28 áreas indígenas espalhadas pelo Estado do Acre, onde vivem cerca de 8 mil índios, numa área de 1 milhão de hectares. Algumas áreas já se encontram demarcadas pela Fundação Nacional do Índio (FUNAI).


  (*cursinho grátis) Cursinho Web


Conheça o Exclusivo Guia de planejamento do Tempo


  Voltar Menu Apostila
 




Simulados de matérias específicas!
 
  

Ajude-nos, dê sua sugestão, opinião ou crítica para Vestibular1 te ajudar a ficar mais ligado nas novidades e atualidades  Clique aqui e fale conosco

  
   Veja também: Livros Online para download

ANUNCIE AQUI!

 
  Voltar menu resumão

 
  

 

Enem

SAIBA TUDO!






 

Faça a revisão das matérias conosco

  

Navegue também em links de carreiras

   
 



 
 
  

 
  
Vídeo-Aula: aulas e dicas em vídeo

                                FÓRUM DO VESTIBULAR!
Faça parte de fórum exclusivo sobre vestibular de uma rede de sites de vestibular com conteúdo único! O Fórum é uma ferramenta muito útil para vestibulandos, professores, estudantes e interessados em geral sobre educação e vestibular.  Um canal para você se comunicar, expor idéias, compartilhar experiências melhorando seus estudos e relacionamentos.

 
OUTROS
CANAIS
DO
PORTAL=>


Página Principal


| Notícias | Provas Resolvidas | Atlas Geográfico | Fórum do Vestibular | Ansiedade | Boletins |
| Fies | Prouni | Mural de Recados | Tipos de Vestibulandos | Ajuda "V1" | Bolsas de Estudo |
| Agenda | Termo de uso | Papel de Parede | V1 Blog | Hora do Recreio | Redação Nota 10 |
| Professor on-line | Exercícios por matéria | Busca | Novidades | TourVirtual | Fale conosco |
| Carreiras | Testes | Faculdades | Cursinhos |  | Redação | Novidades | Calendários |
| Informativo Exclusivo | Sites de Vestibular | Teste vocacional | Links | Sites Recomendados |
| Divulgue | Gabaritos | Simulados | Bate papo | Macetes | Teste QI | Oriente-se | Resumos |
| Resultados | Cadastre-se | Mapa Geral | SAV | Cartões | Desafio | Apostilas | Enem | Breve |
| Apostilas Selecionadas | Dúvidas Sanadas | Ranking das Faculdades | Vídeo Aulas |
 

 Brasil,
Copyright © Desde 08/2000 Vestibular1. Todos os direitos reservados. All rights reserved.