Notícias no Vestibular1

Fique por dentro !


É possível passar chutando? 

Confira !

"Do ponto de vista matemático, é praticamente impossível passar no vestibular só chutando" Mas...

ANUNCIE AQUI!

E o QI ajuda nessas horas??

 

Mas e aquela "fezinha", conta na hora da prova? Alguns dizem que sim. E é contemplado com seu nome na lista dos aprovados do vestibular. Outros acreditam que o segredo é saber chutar. "Não sou um aluno exemplar. Nem sei como eu passei no concurso. É sorte", dizem.

Matemáticos porém não acreditam muito nesta história. Um especialista calculou quais seriam as chances de um candidato que não sabe absolutamente nada passar no vestibular através do "chutômetro", em uma prova de múltipla escolha com cinco alternativas.

"Não importa a alternativa escolhida, a probabilidade de um aluno acertar no chute é de 20%. Para acertar duas questões, a chance diminui para 4% (1/5 x 1/5= 1/25 e 1/25 x 100) e para acertar três, fica ainda mais difícil: 0,8%", explicou.

Esclareceu que para conseguir os pontos necessários, por exemplo, a probabilidade é 1/5 elevado a 118. O resultado: 3,32307 E-83 (uma seqüência de oitenta zeros e um três). "Isso dá a idéia da dificuldade. É praticamente impossível passar no vestibular chutando do ponto de vista matemático. Para quem não sabe nada, chutar ou resolver são quase equivalentes".

Mas a estatística do matemático não é tão pessimista assim. "É claro que se o candidato chutar apenas algumas questões e souber a maioria, a coisa muda de figura. Ele pode ficar com duas alternativas, o que garante uma probabilidade de 50% de acerto", conclui.

Independentemente de inteligência, esforço ou sorte, a maior parte dos especialistas afirmam que a única solução para passar nas provas do vestibular é estudar. E manter a calma. Autoconfiança, motivação e estratégia também são decisivos para o sucesso.

Não basta ter um Q.I. elevado se não saber manter a calma

O teste do quociente de inteligência (QI) usa a escala de inteligência de Wechsler para avaliar o nível presente da função intelectual. Este teste fornece um escore de QI padronizado, de modo que 100 é o valor médio esperado para qualquer idade, com desvio padrão de 15.

Para os psicólogos o teste do Q.I é um método questionável de se medir a capacidade de raciocínio lingüístico, matemático e lógico. Explicam que o sucesso no vestibular está mais vinculado ao equilíbrio emocional do candidato. "Não basta ter um Q.I. elevado e conhecer as matérias sem saber manter a calma. Conscientizar-se de que é capaz de aprender e discorrer qualquer assunto ajuda muito. Sem isso, perde-se a calma e surge o famoso 'deu branco', uma tensão nervosa que bloqueia o conhecimento e a inteligência", dizem.

Os psicólogos constatam que a falta de controle emocional explica o fato do aluno tido como "brilhante" não se dar bem nos exames. Eles acreditam que o sucesso no vestibular não é exclusividade do gênio ou do conhecido "CDF". A força de vontade faz com que muitos adolescentes que não são considerados inteligentes convertam esse sentimento em capacidade de passar em uma prova.

 
FAÇA NOSSO TESTE DE ANSIEDADE

Aprenda a enfrentar a ansiedade
 

 

  As pérolas vestiburradas - Clique aqui! 

  Como recuperar o tempo perdido -  Clique aqui! 

       Voltar Menu Novidades

Visite a página de   Opção de Carreira Navegue também pelas carreiras
Veja também links de carreiras Veja as tendências de carreiras 

 Brasil,
Copyright © Desde 08/2000 Vestibular1. Todos os direitos reservados. All rights reserved.