Notícias no Vestibular1

Fique por dentro !


 Enem na Unifal


ENEM SUBSTITUI VESTIBULAR TRADICIONAL NA UNIFAL-MG

ANUNCIE AQUI!

"Não perca essa!"

                               

Novo modelo do Enem (Exame Nacional do Ensino Médio).

A posição da UNIFAL-MG em relação ao modelo proposto pelo Ministério da Educação (Mec), além das dúvidas mais frequentes dos alunos do EM relacionadas ao exame.

Atenção para as datas de inscrição do Enem (15 de junho a 17 de julho de 2009).

As Instituições Federais de Ensino Superior (Ifes), vinculadas à Associação Nacional dos Dirigentes de Instituições Federais de Ensino Superior (Andifes), adotam de alguma maneira o novo Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) como ferramenta de seleção para os cursos de graduação. Das 58 Ifes vinculadas, 14 aderiram plenamente ao sistema de seleção unificado, sendo que, a UNIFAL-MG, representa uma das 14 que tem o exame como porta única de seleção para ingresso de estudantes, abolindo o sistema de Vestibular tradicional.

Em abril, o Ministério da Educação (MEC) apresentou proposta de reformulação do Enem (Exame Nacional do Ensino Médio) e sua utilização como forma de seleção unificada nos Vestibulares das Universidades, objetivando a democratização das oportunidades de acesso às vagas nas Instituições Federais de Ensino Superior, a mobilidade acadêmica e a reestruturação do Ensino Médio.

    O Conselho Superior, em sua reunião de 7 de maio de 2009, estabeleceu que o Enem será adotado, na UNIFAL-MG, como forma de acesso aos seus cursos de graduação. A decisão baseou-se, principalmente, no fato de que as provas do Enem modificado darão privilégio à interpretação; e a sua centralização democratizará o ingresso nas Universidades, além de promover a mobilidade acadêmica.

    Período de Inscrições: 15 de junho a 17 de julho de 2009, sendo que os alunos de Escolas Públicas ficarão isentos do pagamento da taxa. Os de Escolas Particulares pagarão a importância de R$35,00 (trinta e cinco) reais. As provas serão aplicadas nos dias 3 e 4 de outubro de 2009, às 13 horas, horário de Brasília-DF.

    A UNIFAL-MG, após avaliação dessa primeira experiência, decidirá pela viabilidade de utilização do Exame nos seus próximos vestibulares. Abaixo estão algumas duvidas mais frequentes dos alunos em relação ao novo Enem retirado do sítio http://www.enem.inep.gov.br/perguntas_frequentes.php.

·         O Sistema de Seleção Unificada (Dúvidas frequentes)

·         1. Como será o sistema de seleção unificada? O candidato a uma vaga no ensino superior poderá concorrer a cinco cursos ou instituições, mas apenas naquelas universidades que adotarem o Enem como única forma de ingresso. As instituições que optarem utilizar o Enem como única avaliação para selecionar os ingressantes participarão de um Sistema de Seleção Unificada, informatizado e online. Nesse sistema, as universidades informarão quantas vagas têm disponíveis para cada curso, e qual é o peso que cada uma das grandes áreas do conhecimento terá na nota final do aluno ­ linguagens, códigos e suas tecnologias (incluindo redação e língua estrangeira); ciências humanas e suas tecnologias; ciências da natureza e suas tecnologias e matemática e suas tecnologias. O aluno que participou do Enem 2009 se inscreve no sistema, que calculará sua nota final, já com os pesos estabelecidos, e o aluno poderá simular inscrição em até cinco cursos ou instituições, durante todo o período em que o sistema ficar disponível na Internet. Caso a universidade decida utilizar o Enem como segunda fase ou com a nota do Enem agregada à nota de um vestibular próprio, a instituição deverá decidir e publicar as regras de inscrição e participação em seus editais. O Sistema de Seleção Unificada só será utilizado pelas instituições que escolherem o Enem como única forma de seleção.

·         2. A universidade que optar pelo Enem apenas na primeira fase da seleção pode participar do sistema de vestibular unificado? Não. O Sistema de Seleção Unificada, informatizado e online, será aberto apenas às instituições/cursos que optarem por usar o Enem como fase única ou para preencher as vagas remanescentes ao fim da sua seleção.

·         3. Todas as instituições federais utilizarão o novo Enem como forma de seleção? A expectativa do MEC é que todas instituições federais adotem de alguma forma o novo Enem como seleção. Esse processo está sendo construído em parceria pelo Ministério da Educação, universidades, comunidade acadêmica e os gestores estaduais, sempre levando em conta a autonomia das universidades e das redes. O Comitê de Governança do novo Enem definiu o prazo de três anos para a consolidação do processo de seleção unificada. Nesse período, as instituições poderão compatibilizar o novo formato de seleção com as políticas afirmativas já adotadas pelas universidades e com outras modalidades de seleção. São quatro as possibilidades de se utilizar a nota do Enem: como fase única; como primeira fase; como fase única para as vagas remanescentes, após o vestibular; ou combinado ao atual vestibular da instituição. Neste último caso, a universidade definirá o percentual da nota do Enem a ser utilizado para a construção de uma média junto com a nota da prova do vestibular. Cada IES divulgará em seus editais em qual formato participará em cada curso. O Comitê também definiu que, durante o período de implementação do sistema, um grupo de pesquisa constituído pelo Inep monitorará a migração das instituições federais de ensino superior para o novo processo seletivo. A proposta é avaliar as mudanças ocasionadas pelo novo método de ingresso dos alunos e, nos casos em que for necessário, propor adequações e aperfeiçoamentos ao sistema.

·         4. As Universidades são obrigadas a utilizar o novo Enem de alguma forma? Não. As universidades têm total autonomia para escolher qual é a ferramenta de seleção para acesso a seus cursos.

·         5. Tecnicamente, as mudanças na prova do Enem garantirão a comparabilidade das notas entre diferentes edições. Por quanto tempo valerá a nota do aluno para concorrer a uma vaga nos processos seletivos? Essa é uma decisão ainda pendente, a ser tomada em conjunto com o Comitê de Governança.

·         6. Quem já terminou o ensino médio há muito tempo pode fazer o Enem e participar do vestibular unificado? Sim, o Enem continua sendo uma prova voluntária, aberta a todos os concluintes ou egresso do Ensino Médio.

·         7. Após o resultado do Enem, o vestibulando pode mudar a opção de curso? Em qualquer uma das quatro possibilidades de se usar o Novo Enem como ferramenta de seleção para as universidades, o candidato só escolherá o curso depois do resultado do Enem.

·         8. Por que aplicar o novo modelo em 2009, já que algumas instituições já haviam inclusive elaborado o edital relativo ao próximo vestibular? O MEC trata a implantação do novo Enem como uma ação educacional prioritária, por isso programou a realização do exame para o segundo semestre deste ano. As mudanças ocorrerão de forma gradativa e as instituições foram convidadas para participar da elaboração do novo sistema, inclusive, compondo o Comitê de Governança, instância decisória em relação à nova prova. E embora o novo Enem seja aplicado ainda este ano, as instituições terão tempo hábil para optar pela forma de adesão, parcial ou integral, sem que haja maiores prejuízos.

Mapa de Adesão ao Enem na Região Sudeste fonte: http://www.enem.inep.gov.br/enem_lista_atualizado_160609.pdf

 Região Sudeste

1 – Universidade Federal do ABC (UFABC) – Adotará Enem como fase única e para o preenchimento de vagas remanescentes

2 – Universidade Federal de São Carlos (UFSCAR) – A partir de 2010, utilizará o Enem como parte da nota do processo seletivo (50%)

3 – Universidade Federal de São Paulo (Unifesp) – Todos os cursos adotarão Enem pelo menos como 1ª fase e para o preenchimento de vagas remanescentes

4 – Universidade Federal dos Vales do Jequitinhonha e Mucuri (UFVJM) – O Enem será utilizado como fase única, já em 2009, para preencher 50% das vagas do processo seletivo e para as vagas remanescentes. A outra metade será preenchida por meio do vestibular seriado (nesta modalidade, a 3ª etapa do vestibular seriado é a nota do Enem).

5 – Universidade Federal de Uberlândia (UFU) – Adotará Enem como 1ª fase em 2010.

6 – Universidade Federal de Viçosa (UFV) – A partir de 2009, o Enem comporá 50% da nota final do vestibular e será adotado como critério para preencher as vagas remanescentes.

7 – Universidade Federal Fluminense (UFF) – A partir de 2010 o Enem será utilizado para compor parte da nota da 1ª fase. A nota do Enem também servirá como bônus de 10% a 15% para compor a nota da segunda fase de alunos das redes públicas.

8 – Universidade Federal Rural do Rio de Janeiro (UFRRJ) – Adotará o Enem como fase única já em 2009 e para o preenchimento das vagas remanescentes.

9- Universidade Federal do Espírito Santo (UFES) – Aprovado em primeira fase para 2009.

10- Universidade Federal de Alfenas (UNIFAL-MG) – Adotará o Enem como fase única e para preencher vagas remanescentes

11 – Universidade Federal do Triângulo Mineiro (UFTM) – Já utiliza o Enem na composição da nota da 1ª fase do vestibular (20%). Em fase de discussão, novas formas de utilização do Novo Enem.

12 – Universidade Federal de Itajubá (UNIFEI) – Utilização do Novo Enem como fase única para 4 cursos do campus de Itajubá e para todos os cursos do campus de Itabira. Para os demais cursos do campus de Itajubá, o Novo Enem será utilizado como primeira fase.

13 - Universidade Federal de Juiz de Fora (UFJF) – O aluno poderá optar entre usar a nota do Enem na primeira fase ou fazer o vestibular tradicional. Utilizará o Enem para as vagas remanescentes.

14 – Universidade Federal de Lavras (UFLA) – O Enem será utilizado como fase única. A instituição também manterá o processo seriado de ingresso, em que a nota do Enem compõe a 3ª fase, além de utilizar o exame para as vagas remanescentes.

15 – Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG) – Em fase de decisão para o processo seletivo de 2011.

16 – Universidade Federal de Ouro Preto (UFOP) – A partir de 2009 utilizará o ENEM como primeira fase do vestibular. A segunda fase será realizada por processo seletivo próprio.

17- Universidade Federal de São João Del Rei (UFSJ) - 10% a 25 % das vagas (percentual em discussão) serão preenchidas pelo Enem, como fase única. Os alunos que quiserem poderão usar a nota para a primeira fase do processo seletivo. O exame será usado também para preencher as vagas remanescentes.

18 – Universidade Federal do Estado do Rio de Janeiro (UNIRIO) - Adotará o Enem como fase única e para preencher vagas remanescente já em 2009.

19 – Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ) – Adotará o Enem como primeira fase.

 


 
Instituições públicas de São Paulo divulgam simultaneamente calendário dos vestibulares, os candidatos que pretendem participar das provas da Fuvest, Unesp, Unicamp, UFSCar, Unifesp, ITA, PUC-SP e PUC-Campinas,  já podem conferir as datas dos exames. Veja o calendário:
   Fuvest
    Unicamp   Unesp   Unifesp    PUC-São Paulo
 

 

Agendado da Opet
Vestibular na USCS
Vestibular Ceunsp
Prospecção de clientes
Email Marketing
Mestrado da MAUÁ
UNITAU lança site e blog

Mais uma Faculdade Gratuita

       Ver Novidades

Visite a página de   Opção de Carreira Navegue também pelas carreiras
Veja também links de carreiras Veja as tendências de carreiras 

Copyright © Desde 08/2000 Vestibular1. Todos os direitos reservados. All rights reserved.