Exercícios específicos

Testes de conhecimentos


Literatura Portuguesa - Barroco

Instruções para realização do teste

Este teste contém questões específicas, cada uma contendo de 4 a 5 alternativas. Para cada questão existe apenas uma alternativa correta e não existe nenhuma questão em branco. Assinale a resposta para conferir no final. O número de respostas certas e o gabarito estão ao final. 

Boa Sorte !

 Questões

 

01.  Assinale a incorreta:
a)O conceptismo é a vertente barroca voltada para o jogo de idéias, a argumentação sutil que visa a  convencer pelos recursos da lógica
b)A linguagem conceptista é menos rebuscada que a gongórica, volta-se  mais para o conteúdo das  palavras, para a essência de sua significação
c)Cultismo e conceptismo são pólos opostos do Barroco e tendem a ser mutuamente excludentes
d)A linguagem cultista tende ao rebuscamento, ao preciosismo, pelo acumulo de figuras (metáforas,  antíteses, hipérboles, sinestesias, hipérbatos, quiasmos, anáforas etc.)
e)O cultismo, ou gongorismo, é a vertente barroca voltada para as imagens, a manipulação verbal, a  ornamentação estilística

02.  Comparando a oratória sacra de Pe. Antonio Vieira à do Pe. Manuel Bernardes, só podemos dizer que:
a)privilegiam o aspecto conceptista do barroco e refletem, de formas diversas, o fervor religioso da Contra-Reforma
b)são, a rigor, obras luso-brasileiras, já que seus autores viveram na Colônia, refletiram sobre a realidade do Novo Mundo e pregaram sobre ela
c)representam uma oposição aos abusos da Metrópole, do Absolutismo e da Inquisição, prenunciando o racionalismo neoclássico
d)se repartem entre temas políticos e sociais e temas místicos, apoiando-se ora na realidade social, ora nas questões metafísicas e teológicas
e)se dividem entre o Brasil e Portugal, entre o nacionalismo luso e o universalismo da Igreja Católica Romana

03. Assinale a alternativa incorreta sobre o Barroco português:
a)
A cultura acadêmica era frívola, rebuscada e voltada para a bajulação dos poderosos
b)
O surgimento do Mito Sebastianista, associada aos mitos messiânicos do Encoberto e do Quinto  Império, pode ser interpretado como uma reação “nacionalista” à estagnação e decadência do país
c)
Foi mais expressivo na prosa do que na poesia
d)
A poesia épica, voltada para a exaltação dos heróis do passado, foi o gênero literário mais significativo  no Barroco luso
e)
Corresponde a uma fase de decadência de Portugal, primeiro dominado pela Espanha (1580-1640) e  depois pressionado pela concorrência da Holanda e outro países

04.  Relacione:
a) Sermão da Primeira Dominga da Quaresma
b) Sermão da Sexagésima.
c) Sermão de Santo Antônio aos Peixes
d) Sermão XIV do Rosário
e) Sermão pelo Bom Sucesso das Armas de Portugal contra as de Holanda

I.  Contra os maus-tratos aos escravos negros.
II.  Contra a escravidão dos índios.
III. Contra os perigos do protestantismo.
IV.  Contra a ambição dos colonos maranhenses.
V.   Contra os exageros do estilo barroco.
a)I – C; II – E; III – D; IV – B; V – A
b)I – D; II – A; III – E; IV – C; V – B
c)
I – A; II – B; III – C; IV – D; V – E
d)
I – D; II – B; III – A; IV – E; V – C
e)
I – B; II – C; III – A; IV – D; V – E

05.  Assinale a alternativa que não corresponde ao Barroco:
a)Feísmo, pessimismo, oscilação entre o sublime e o grotesco
b)Teocentrismo X Antropocentrismo, Fé X Razão, Alma X Corpo
c)Universalismo, uniformidade de características e projeções
d)Bifrontismo, dualismo, fusionismo, sentido dilemático
e)n.d.a.

06.  Relacione:
a) Prosa didática e moralizante
b) Oratória sacra
c) Historiografia religiosa
d) Teatro
e) Poesia

I .  Antônio José da Silva, o Judeu
II.  Sóror Violante do Céu
III. Manuel de Sousa Coutinho (Frei Luís de Sousa)
IV.  Pe. Manuel Bernardes
V.   Francisco Manuel de Melo e Matias Aires

a)I – D; II – E; III – C; IV – B; V – A
b)I – E; II – A; III – C; IV – D; V – B
c)I – D; II – A; III – C; IV – B; V – E
d)I – A; II – B; III – C; IV – D; V – E
e)I – C; II – A; III – E; IV – B; V – D

07.  A valorização da mulher, característica presente em diversas Escolas Literárias, também está presente no Barroco. Assinale o(s) fragmento(s) dos textos de Gregório de Matos que revelam a característica mencionada:
1- “Sete anos a Nobreza da Bahia
Serviu a uma Pastora Indiana, e bela,
Porém serviu à Índia, e não a ela,
Que à Índia só por prêmio pretendia.”
2- “Não vi na minha vida formosura,
Ouvia falar nela cada dia,
E ouvida, me incitava, e me movia
A querer ver tão bela arquitetura.”
3- “Eu sou, Senhor, a ovelha desgarrada.
Cobrai-a, e não queirais, Pastor Divino,
Perder na vossa ovelha a vossa glória.”
4- “Rompa todo o criado em um gemido,
Que é de ti, mundo? Onde tens parado?
Se tudo neste instante está acabado,
Tanto importa o não ser, como o haver sido.”
5- “Quem a primeira vez chegou a ver-vos,
Nise, e logo se pôs a contemplar-vos,
Bem merece morrer por conservar-vos
E não poder viver sem merecer-vos.”
a)Os fragmentos 2, 3 e 5.
b)Os fragmentos 2 e 5.
c)Os fragmentos 1 e 2.
d)Só o 3º fragmento.

08.  Sobre a poesia produzida pelas Academias Literárias (dos Singulares e dos Gêneros), só não podemos dizer  que:
a)Resulta, muitas vezes, do propósito de exibir a habilidade versificatória dos acadêmicos
b)foi unida em duas antologias : Fênix Renascida e Pastilhão de Apolo
c)Representa uma resistência contra os exageros imagéticos e formais do Barroco
d)Reflete a frivolidade e o rebuscamento da elite aristocrática e burguesa, em uma época de crise e  decadência do país

09. Relacione:
a) Francisco Manuel de Melo
b) Sóror Mariana Alcoforado
c) Francisco Rodrigues Lobo
d) Pe. Manuel Bernardes
e) Antônio José da Silva, o Judeu

I. Cartas Portuguesas
II.  Corte na Aldeia
III. Nova Floresta
IV.  Carta de Guia aos Casados
V.   As Guerras do Alecrim e da Manjerona

a)I – D; II – B; III – E; IV – C; V – A
b)I – C; II – B; III – A; IV – E; V – D
c)I – E; II – A; III – D; IV – C; V – B
d)I – A; II – B; III – C; IV – D; V – E
e)I – B; II – C; III – D; IV – A; V – E

10.  (ITA) Marque a opção que identifica autor e período literário a que pertence o seguinte excerto:
"Esta foi a origem do pecado original, e esta é a causa original das doenças do Brasil - tomar o alheio, cobiças, interesses, ganhos e conveniências particulares, por onde a justiça se não guarda e o Estado se perde. Perde-se o Brasil, Senhor (digamo-lo em uma palavra), porque alguns ministros (...) não vêm cá buscar o nosso bem, vêm cá buscar os nossos bens. Assim como dissemos que se perdeu o mundo, porque Adão fez só a metade do que Deus lhe mandou, em sentido averso - guardar sim, trabalhar não -, assim podemos dizer que que se perde também o Brasil, porque alguns de seus ministros não fazem mais que a metade do que (...) lhes manda."
a)Rui Barbosa - Modernismo
b)Frei José de Santa Rita Durão - Arcadismo
c)Lima Barreto - Pré-Modernismo
d)Padre Vieira - Barroco
e)Padre Bernardes - Neoclassicismo


Pontuação instantânea:  

 

 

 Gabarito do seu teste


01 - C             02 - A            03 - D            04 - B              05 - E

06 - A             07 - B            08 - C             09 - E             10 - D


Aproveite e faça a revisão de Literatura
Como fazer uma Redação Nota 10!!!
Estude com nossas Vídeo Aulas
Não faça a Prova do Enem sem ver as dicas do Vestibular1!

 Avaliação de resultado

Pegue o número de pontos você acertou no simulado. Divida-o pelo número de questões. Multiplique por 100.  Exemplo:  certas  06/10 = 0,6x100 = 60%

Se você obteve uma média acima de 40%, parabéns, você pode concorrer entre as feras. Mas se foi inferior a 20% procure estudar mais e veja: Revisão das matérias

  

 Brasil,
Copyright © Desde 08/2000 Vestibular1. Todos os direitos reservados. All rights reserved.